quinta-feira, 22 de setembro de 2011

COMEMORAÇÕES DO JUBILEU DE 90 ANOS - 6ª Parte

Relembrando os bons tempos
“90 anos de história, na história da educação de um povo”.

                                                                  Por:
Maria Ângela Carvalho M. Matheus
Daisy Benedita dos Santos
Helena Maria de Souza Médici



Nesses 90 anos da Escola Manoel muitas pessoas fizeram história estudando ou trabalhando na unidade escolar. Hoje relembram com saudades, amor e gratidão do tempo em que aqui estiveram e contribuíram para que a escola se tornasse referência de ensino em nossa cidade.

Crônica de Saudade

Faz mais de vinte anos que fui Diretora da Escola Manoel Silveira Bueno em Borborema, e a trago na minha lembrança, como um tesouro que se guarda no compartimento mais precioso do coração.
Quando fui para lá, para assumir o cargo de Diretor de Escola, no ano de 1985, estava no apogeu da minha trajetória profissional. Como professora, havia passado por todos os crivos da sala de aula, desde as classes multisseriadas na zona rural, até as turmas numerosas e problemáticas do Ensino Médio das Escolas Públicas da Grande São Paulo. Fui para a Direção com o propósito de estabelecer sólida ponte, que interligasse todas as nuances do processo educacional, fazendo da Escola, um todo articulado e coerente, capaz de tornar o trabalho produtivo, sem que se perdesse o prazer de fazê-lo.
O segredo do sucesso que tive, residiu na qualidade dos profissionais que encontrei, ávidos, como eu, por uma Escola que “fizesse a diferença”.
Foi o nosso compromisso com a Educação que nos referendou diante da comunidade, com a qual sempre pudemos contar e fazer da “Nossa Escola”, um ponto luminoso no crescimento de tantas crianças e jovens.
Trabalhávamos com alegria.
Havia uma efervescência no nosso fazer administrativo e pedagógico, que nos tornava incansáveis e sempre positivamente motivados.
Aos Diretores, Professores, Funcionários e Alunos da Escola Manoel Silveira Bueno de hoje, que completa 90 anos de um existir pela Educação e pela cidadania, desejo a mesma sorte que tive.
Foi um privilégio poder contribuir com o meu trabalho e o meu sonho de educador, para a construção de um mundo melhor, mais humano e mais fraterno, onde lutávamos para que o conhecimento e a ciência andassem juntos com a ética, com a decência e com os valores mais importantes para a felicidade dos homens.
Quero ainda, que todos os que comigo estiveram naqueles anos magníficos, saibam do imenso significado que tiveram para a minha vida profissional e pessoal e que os corredores ventilados, as paredes, as salas, os murais, o jardim e as portas amigas da Escola “Maneco”, fazem parte da arquitetura do meu ser e representam um tempo onde fui, sobretudo, muito feliz.
Para encerrar esta crônica de saudade, que é também um testemunho de vida, dedico aos professores de agora, sempre tão parecidos com os de ontem, trechos de um de meus poemas prediletos:

“Professor,
Lutador de estafante jornada.
Irreconhecido,
Mal remunerado,
Olvidado
Como tantos outros trabalha dores deste país.
Mesmo assim segues
Inquebrantável,
Espargindo luz.

Professor, assim tu és...
Educador simplesmente,
Protetor da semente
Destinada a ser flor”

Soely Camargo Manoel
Itápolis, agosto/2011.


Falando de amor e gratidão

Pra mim, a Escola Manoel Silveira Bueno é amor e gratidão. Como não amar e ser grata a equipe de professores, funcionários, pais e comunidade escolar participantes da minha vida profissional?
A Escola Manoel Silveira Bueno mostrou-me ainda mais, a importância de valores éticos que norteiam a amizade, a gratidão, o respeito às diferenças existentes no ser humano, pois precisamos administrá-las para sermos felizes!!!
A Escola Manoel Silveira Bueno na trajetória dos seus 90 anos, foi se adaptando às mudanças exigidas pelo sistema educacional, acompanhando a “evolução do tempo”, se reorganizando, mas nunca mudou sua essência.
Sem discriminação, sem preconceitos com as classes sociais que assistiu e assiste, tem na formação do aluno, seu interesse e sua preocupação maior.
Queridos colegas, li uma citação interessante e bem verdadeira do presidente de Israel, Shimon Peres, recomendando ao Brasil, que “a educação não é despesa, mas investimento”.
Que falta sentimos disso não é mesmo? A falta de amor, gratidão, de respeito por parte de alunos, pais, absurdos trazidos rotineiramente pela mídia, o desrespeito às escolas mostram a realidade vivida nos dias atuais.
A nossa querida Escola Manoel jamais perdeu o foco dos seus objetivos, apesar de tantas adversidades.
Parabéns funcionários, professores, diretores, alunos e comunidade borboremense.
Saudades, amor e eterna gratidão à minha querida equipe escolar.
À Escola Manoel Silveira Bueno, parabéns pelo seu aniversário e por todas as conquistas.

Professora Arlete Bruno dos Reis
Diretora de Escola Aposentada


Parabéns Escola Manoel

Com grande satisfação e alegria quero prestar esta homenagem ao meu querido Manoel Silveira Bueno, pelos seus 90 anos de existência.
Todos comemoram seu aniversário e porque não comemorar os 90 anos de uma instituição de ensino que preparou e continua preparando jovens para o nosso futuro.
Anos atrás a Escola Manoel já existia onde hoje se localiza a loja do Salvador. Lá eu estudei nos meus primeiros anos, lá fui alfabetizada pela professora Mariana Bittar, excelente mestra, só que o ensino naqueles anos tornava-se mais difícil, faltava muito material didático, os alunos em sua maioria vinham a pé para a escola e muitos moravam em sítios ou fazendas.
Hoje, a nossa Escola Manoel tem prédio próprio, com frequência maior de alunos, atendendo todo o nosso município.
Iniciei minha carreira de magistério em 1970, e aqui me aposentei em 1997, foram anos de luta, juntamente com minhas colegas de trabalho.
O diretor na época era o Sr. Geraldo Roque Doro e sua auxiliar era sua esposa D. Lúcia.
Os professores eram excelentes, tinham interesse em ensinar, e as crianças aprendiam, os alunos respeitavam muito os professores, para muitos alunos o professor era tido como um ídolo.
Infelizmente hoje o ensino se tornou um pouco mais difícil, a realidade é outra, os valores estão se perdendo. Só que os professores continuam competentes e bem qualificados para que o ensino melhore.
Devemos muito nos orgulhar, pois muitos borboremenses passaram pelos bancos escolares da Escola Manoel, tornando-se grandes homens: engenheiros, advogados, médicos, físicos, químicos, professores, dentistas, pessoas simples, etc., pessoas honestas que levaram conhecimento a muitas outras pessoas.
Escola Manoel Silveira Bueno, parabéns pelos seus 90 anos, continue produzindo muito para cada vez mais o Brasil crescer, e forme pessoas produtivas para nossa querida Borborema.
Escola Manoel você merece o nosso respeito.
Parabéns! Parabéns!!!!

Magali Torres
Professora Aposentada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário